Férias (#2): A preparação...

21:30

Como prometido, esta semana vimos completar o primeiro post sobre viagens!
Depois de termos a viagem comprada, o próximo passo é preparar tudo para que não falte nada nem hajam imprevistos enquanto estamos fora.

Uma das primeiras coisas a fazer nesta altura, e que vai ser muito útil para o resto da organização da viagem, é criar o vosso roteiro:
-Façam uma pesquisa seguida de uma seleção do que querem ver, tendo sempre em conta a duração da vossa estadia.
-Comprem/arranjem um mapa e tentem dividir o local em zonas mais importantes. Assim, podem tentar dedicar dias ou partes de dias especificamente a ver o máximo possível nessas áreas. Acabam por aproveitar mais, para além de que poupam nos transportes.

DICAS:
Façam planos realísticos - provavelmente não vão conseguir cumprir na perfeição o vosso roteiro, ou por não terem tempo ou por descobrirem outras coisas que vos interessam mais, acabando por abrir mão de umas para ver outras. Mas, mesmo assim, é um grande avanço chagarem ao destino já com uma noção de como vão ser os vossos dias!
Peçam conselhos a amigos/familiares que já tenham estado nesse local – perguntem acerca de atrações engraçadas, sítios onde comer, meios de deslocação, etc.


BAGAGEM 🛄 :
O grande pesadelo! Esta parte é sempre a mais subjetiva e complicada e, por mais dicas e truques que tenhamos, parece que a mala nunca fica perfeita…
Ainda assim, não podemos deixar de deixar alguns conselhos:
-Façam um breve estudo da meteorologia do vosso destino e verifiquem, com mais proximidade da data de partida, quais as previsões.
-Levem apenas o essencial. Para facilitar, façam uma lista para não perderem a noção do que estão a levar e não exagerar. Mais, vai ser muito útil na hora do regresso a casa, pois podem usá-la como uma check-list. Somos só nós que temos sempre a ideia de que fica alguma coisa para trás?
-Vistam as peças de roupa mais pesadas na viagem de ida. Por exemplo, casacos grandes, ténis e gangas ocupam imenso espaço, para além de que o peso da bagagem importa muito, especialmente se viajam de avião.
-Escolham roupa confortável e versátil. As peças com as quais conseguem fazer inúmeros outfits mudando apenas a bijuteria ou a parte de cima/baixo são, sem, dúvida as melhores opções. Ou, em alternativa, levem outfits já feitos para cada dia, caso consigam prever as atividades que vão realizar durante a estadia. 
-Sejam seletivos nos acessórios e não exagerem. Assim como na roupa, levem acessórios que consigam conjugar com muitas das peças escolhidas e que façam a diferença num conjunto.
-Levem uma mala mias pequena/mochila para usarem no dia-a-dia, onde possam levar água, snacks, documentos, máquina fotográfica, telemóvel, etc.

DICAS:
Podem levar medicação não crónica para alguma eventualidade (ex: paracetamol, ibuprofeno, medicamentos para indigestão, enjoos, etc.). Optem por não levar as caixas, mas sim doses individuais.
Ainda sobre medicação: não é permitido levar nada em pó ou líquido (ex: xaropes) e a restante medicação crónica (diabetes, asma, etc.) deve ser acompanhada de uma declaração médica. Informem-se atempadamente com a companhia com a qual vão viajar, para não haver contratempos de última hora.
Quanto a lentes de contacto, prefiram as diárias neste período. Como não é permitido levar o líquido, é menos uma preocupação. Se ainda assim quiserem levar as mensais, só podem levar o líquido que estiver na caixinha de conservação das lentes!

DESLOCAÇÕES NO LOCAL 🚌 :
Existem várias opções, desde o aluguer de carros até aos passeios a pé.
Normalmente, todos os grandes destinos turísticos têm passes combinados que abrangem os diversos tipos de transportes públicos (autocarro, metro, comboio, barco, etc.). Esta opção acaba por sair mais em conta e não costuma haver grande dificuldade em chegar aos pontos de interesse. É, sem dúvida, o que mais costumamos escolher.

Algo que permite valorizar muito mais a viagem é conhecer o máximo possível a pé. Há sempre pormenores e recantos muito interessantes que escapam quando estamos dentro de um veículo, para além de que poupamos imenso no nosso orçamento.
Daí que tentamos sempre ficar em hotéis na proximidade do centro e do que queremos visitar. Mas, quando tal não é possível, damos preferência a que o local onde nos instalamos seja perto de estações de metro/comboio/autocarro.

Na nossa opinião, e como viajamos com amigos, não compensa alugar carros. Claro que se estivermos a falar de uma viagem em família, por exemplo, se calhar a perspetiva muda.
Há depois outras opções como o recurso a táxis ou a empresas semelhantes, o aluguer de bicicletas ou ainda outros tipos de transporte turísticos locais.
Como em tudo, é uma questão de pensarem bem no tipo de férias que estão a planear, fazerem uma pesquisa e ponderar a melhor opção.

ALIMENTAÇÃO 🍴 :
As despesas com a alimentação são quase impossíveis de prever. Para as várias refeições, eis o que tentamos sempre  fazer:
-Sempre que possível escolher um hotel com pequeno-almoço incluído e aproveitá-lo ao máximo. Aproveitem também para fazer algumas sandes para levar para o meio da manhã ou para a tarde.
-O almoço pode ser simples, prático e rápido. Por exemplo, sandes e um sumo "on the go", para tentar poupar algum dinheiro.
-Para um lanche à tarde apostem em snacks práticos, como bolachas, batidos, gelados, etc. Se conseguirem, comprem-nos em supermercados, dado que os preços não costumam variar muito entre países.
-Na hora do jantar mimem-se e desforrem a poupança do resto do dia! Vão a restaurantes típicos e experimentem a comida do local. Ficam a conhecer mais da cultura do povo e acabam por experimentar coisas novas de que podem gostar.

DICAS:
-Para as despesas no local (alimentação e turismo), costumamos fazer ao longo do ano um "pé-de-meia" para gastar o mínimo possível de dinheiro sem estar programado. Por exemplo, guardem um ou dois euros todos os dias e vão ver que na altura das férias têm um bom mealheiro!

Esperamos que tenham gostado e que estes posts vos tenham ajudado!
Beijinhos, I&J 😊

You Might Also Like

0 comentários